8 de setembro de 2010

Movies That Vice: Simplesmente Complicado - Escrito por Nancy Meyers

Título Original: It's Complicated.
Direção: Nancy Meyers.
Escrito por: Nancy Meyers.
Duração: 121 minutos (2 horas e 1 minuto).
Gênero: Comédia Romântica.
Ano: 2010.
País de Origem: Estados Unidos.
Tema: Vida após separação.
Contém: Consumo de drogas ilícitas, agressão leve.
Censura: 14 anos.
Sinopse: Jane é mãe de três filhos adultos, dona de um restaurante em Santa Barbara e tem - depois de uma década de separação - uma relação amigável com o ex-marido, o advogado Jake. Mas, quando Jane e Jake vão à formatura do filho, as coisas começam a ficar complicadas. O inimaginável acontece: começam um affair. O problema é que Jake acabou de se casar novamente e Jane, agora, se vê como a amante. No meio dessa confusão, chega Adam, arquiteto contratado por Jane, que também está se recuperando de um divórcio. Ele apaixona-se por Jane e logo percebe que faz parte de um triângulo amoroso.
 Oi pessoal! Ando muito sumido, eu sei. Mas foi por uma ótima causa. Bom, já que estou aqui, de volta à ativa, voltei com a corda toda e pronto para mais coisas viciantes! Para voltar, vou falar de um filme maravilhoso que vi esta semana. Então, eu estava louco para ler esse filme, muito. Só que sempre haviam aquelas velhas coisas: Falta de Tempo, Passar adiante... Mas na quarta-feira à noite, tive a grande oportunidade de assistí-lo.

Bom. como vocês viram na sinopse, ela se vê tentada entre seu ex-marido Jake, que, na minha opnião, é um velho gordo com síndrome de "EU SOU UM GAROTÃO"; e pelo seu Arquiteto Adam, que é um nada naquele filme. Sério. Eu adoro os filmes do Steve Martin, mas nesse, ele estava tããããããoooooooooooo chato, que eu torci pra que o Jake pegasse a Jane. Só existe uma única cena que eu ri, que tinha  Steve Martin nela, que... Bem... Assitam. Eu não sei o que aconteceu, mais toda vez que eu via ele em alguma cena, me dava depressão profunda. Pois bem, o filme vai se desenrolando entre os filhos, o cotidiano de Jane, e as "fugidinhas" (O jeito é, dá uma fugidinha com você... Senhor essa música não sai da minha cabeça) de Jane e Jake, obviamente, rendendo muitas risadas.

O mais engraçado, é que eu sempre tenho uma aversão à filmes de comédia com duas horas ou mais de duração, pois SEMPRE tendem à serem maçantes e sem graça nenhuma. Mas, para minha surpresa, não foi assim. Me diverti cada segundo assistindo ele, tanto que os vizinhos até reclamaram das minhas gargalhadas (pode?! Também acho!). Tem umas cenas que você vê, e não acredita que você está vendo aquilo. Sério, não se surpreenda se você ver adultos de 65 pra cima, se comportando como adolescentes de 15 à 18. Acho que é isso que mais fez o filme ser divertido. Você ver pessoas mais velhas com comportamentos adolescentes e infantis foi tão divertido e inusitado (se bem que é só eu ir na casa do meu avô que eu vejo isso, maaas...). É uma coisa divertida de se vê.

Enfim, esse é um filme que realmente, rende muitas gargalhadas. Além de que às vezes tem um toque de drama, o que para mim, deixou o filme mais humano, ou seja, só teve à acrescentar. Um filme realmente divertido, risada garantida pra quem assistir. Com um elenco de "peso" (sempre quis usar essa frase! =D), esse filme vai fazer você rir, chorar, pensar e até ficar com leve depressão nas partes do Adam, o arquiteto (como já foi citado acima). Super recomendo à todos que sentirem a mínima vontade de assistir! Um abração!

Mateus Bandeira - @mateusbnd. 18 anos. Estudante de Cinema e Audiovisual na UFC e criador do Padoka. Apaixonado por cinema, música e literatura, espera algum dia viver de alguma dessas coisas - ou de todas elas. Sucker de cultura pop.

2 comentários :

  1. Hmmm... fiquei com vontade de assistir, suas gargalhadas icomodaram os vizinhos KKKKK
    tu tá ficando cada vez melhor nisso! parabéns mesmo
    bjos!

    ResponderExcluir
  2. deve ser muitoooo massa esse filme. viu ver s alugo pra assistir

    ResponderExcluir