5 de julho de 2011

Books That Vice: Anna e o Beijo Francês - Stephanie Perkins

Título Original: Anna and the French Kiss
Autor: Stephanie Perkins
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788563219329
Nº de Páginas: 288
Onde Comprar: Livraria Saraiva/Book Depository (Em Inglês)
Sinopse: Isto é tudo o que sei sobre a França: Madeline, Amélie e Moulin Rouge. A Torre Eiffel e o Arco do Triunfo também,
embora eu não saiba qual a verdadeira função de nenhum dos dois. Napoleão, Maria Antonieta e vários reis chamados Louis. Também não estou certa do que eles fizeram, mas acho que tem alguma coisa a ver com a Revolução Francesa,que tem algo a ver com o Dia da Bastilha. O museu de arte chama-se Louvre, tem o formato de uma pirâmide, e a Mona Lisa vive lá junto com a estátua da mulher sem braços. E tem cafés e bistrôs — ou qualquer nome que eles dão a estes — em cada esquina... Não é que eu seja ingrata, quero dizer, é Paris. A Cidade Luz! A cidade mais romântica do mundo.

Anna Oliphant não está nada entusiasmada com a ideia de se mudar para Paris, já que seu pai, um famoso escritor norte-americano, decidiu enviá-la para um colégio interno na Cidade Luz. Anna prefere ficar em Atlanta, onde temum bom emprego, uma melhor amiga fiel e um namoro prestes a acontecer.Mas, ao chegar a Paris, Anna conhece Étienne St. Clair, um rapaz inteligente, charmoso e bonito. Só que Etiénne, além de tudo, tem uma namorada... Anna e Etiénne se aproximam e as coisas ficam mais complicadas. Será que um ano inteiro de desencontros em Paris terminará com o esperado beijo francês? Ou certas coisas simplesmente não estão destinadas a acontecer?

Vou ser bem sincero com vocês: há uma semana que tento escrever a resenha desse livro. Não sei o porque, mas sinto um enorme bloqueio quando tento escrever a resenha dele. Eu gostei tanto, mas tanto desse livro, que eu realmente não sei por onde começar a falar dele. Na realidade, não sei como expressar em palavras o que eu senti ao le-lô. Foi um misto de emoções que há muito tempo eu não sentia. Há muito tempo mesmo. Eu sempre ouvi falar muito bem desse livro, mas nunca pensei que ele podia me prender de uma maneira tão... emocional assim. Eu li esse livro, passando por um momento muito, como posso dizer, complicado da minha vida. A minha vida está mudando de uma forma que eu nunca imaginei antes. E ler Anna e o Beijo Francês nessa etapa da minha vida, foi algo literalmente extraordinário, diria até essencial para o meu crescimento como pessoa. Ele me fez pensar em tudo na minha vida. E hoje posso dizer: esse livro me mudou.

Ao ler este livro, me senti como se eu estivesse lendo minha vida, para você ter a noção do quanto eu me identifiquei com ele. Os personagens... A história... Todo o enredo, foi como se eu estivesse revivendo vários momentos que vivi. É impossível você não se identificar com pelo menos um dos personagens desse livro, pois cada um, até mesmo um de menos importância para o desenvolvimento da história, tem sua própria personalidade e peculiaridades. Me identifiquei principalmente com St. Clair. Vi muitas características dele que também vejo em mim. Sobre Anna, achei ela uma ótima personagem! Ela tem um desenvolvimento muito interessante durante o livro, e é muito difícil não simpatizar com a personalidade dela. Ela é bastante ativa, e não faz birra durante nenhum momento do livro. A maneira como a história se desenvolve é ótima! Nada acontece, digamos, do nada. Tudo vai acontecendo aos poucos, de uma maneria que faz com que o livro seja cada vez mais, um retrato da vida real. A narrativa de Perkins é absolutamente perfeita! Não encontrei palavra melhor para defini-la! Flui de uma maneira tão boa que mais parece um amigo seu falando com você. Ela torna algo simples, em algo especial... encantador.

Só tenho duas ressalvas quanto a edição brasileira: a revisão e a diagramação. Várias vezes eu fiquei perdido na minha leitura, pois em algumas falas, não há uma travessão, não há uma pausa entre as falas de um personagem do outro, não há alguma coisa que divida um pensamento da personagem da fala da mesma... Enfim. Creio que isso foi fruto da pressa para o livro ser publicado no Brasil, pois pouco antes do lançamento do livro aqui, estavam sempre pedindo logo para ser publicado, então, acabou acarretando nesses problemas. Também ouvi algumas pessoas reclamarem sobre a tradução, mas essa conversa é pra outra hora, pois eu já tenho a versão original do livro, e prometo reler e resenhar de novo aqui no blog. Mas a história compensa muito esses dois problemas. Eu recomendo demais esse livro! Recomendo até para as pessoas que realmente não se sentem interessadas por esse livro, por se tratar de um romance, e coisa e tal, mas eu digo: Não é um romance bobo. Sim, não é mesmo. Anna e o Beijo Francês vai virar a sua cabeça de uma maneira inimaginável! Acredite! Para mim, só me resta aguardar pelo lançamento de Lola e o Garoto da Casa ao Lado/Lola and the Boy Next Door, a companion novel de Anna e o Beijo Francês! Então é isso, pessoal! Espero que tenham gostado dessa resenha!

Rating:

Mateus Bandeira - @mateusbnd. 18 anos. Estudante de Cinema e Audiovisual na UFC e criador do Padoka. Apaixonado por cinema, música e literatura, espera algum dia viver de alguma dessas coisas - ou de todas elas. Sucker de cultura pop.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

E então, o que achou do post? Comente aqui!