5 de fevereiro de 2011

Books That Vice: Lacrimosa - Helton Cenci

Título: Lacrimosa
Autor: Helton Cenci
Editora: Novo Século
ISBN: 9788576794189
Nº de Páginas: 160
Tempo de Leitura: Juntando tudo... 3 horas.
Onde Comprar: Livraria Saraiva/Livraria Cultura/Pelo blog do autor
Sinopse: Iracundo, Invídia, Glutona, Mão-Fechada, Filáucia e Osolhugro. Não se esperava encontrar essas criaturas naquele bosque. E se Lacrimosa foi surpreendida por aqueles estranhos habitantes do Bosque das Lágrimas, ela própria foi uma surpresa para Ludovico. Com ela, o futuro flautista aprenderia, apesar de suas dificuldades, a ser mais confiante, a vencer seus medos e a nunca desistir de correr atrás da realização de seus sonhos. Por meio delas, Lacrimosa havia conhecido algumas das paixões humanas, vícios contrários a qualquer virtude. Os habitantes do bosque eram a representação dos defeitos da alma humana. Mas para todo defeito, todo vício, existe uma qualidade ou virtude que se lhe contrapõe. Assim, todas as criaturas acabariam aprendendo com as virtudes de Lacrimosa. Para ela, o encontro com aqueles animais tinha sido uma surpresa desagradável no início e que demonstrou ser um aprendizado no final.
Quando criança, Ludovico, que adorava flauta, costumava brincar perto de um bosque, chamado "Bosque das Lágrimas", apesar de seus pais avisarem do quanto aquele bosque era perigoso. Um dia, quando está brincando pelas redondezas do bosque, ele escuta um choro que vem do bosque. Ludovico logo fica intrigado em descobrir quem está chorando, porém, é surpreendido quando vê que é uma fada, que está com uma de suas asas quebrada. Logo Ludovico leva a fada ao sótão de sua casa, e lá cuida dela. Ele a denomina de Lacrimosa, pois ele a encontrou chorando, no Bosque das Lágrimas. Enquanto Ludovico cuida de Lacrimosa, ela conta toda a sua história de como procurou o seu reino, o reino das fadas pequenas.

Pura poesia. São essas duas palavras que definem muito bem este livro. Este livro não é muito conhecido pela blogosfera literária a fora, o que é uma enorme pena. Este livro é simples, com um enredo simples, que se utiliza de elementos de ficção científica (obviamente). Mas aí você pensa: "Tá. E aí, Mateus? O que esse livro tem de diferente?". E aí eu te respondo: TUDO! Apesar de ele ser aparente simples, ele não é só mais um livro por aí. De início, eu pensei que ele fosse só um livrozinho infantil simpático. Porque, pelas ilustrações, DE INÍCIO, me pareceu. Mas ao terminar de ler, descobri que ele é, na verdade, um livro para qualquer idade, pois acima de tudo, ele é uma reflexão sobre o ser humano de hoje. Sobre os grandes defeitos da sociedade em que vivemos. 

Ludovico é um personagem que mal aparece. Só no começo, e no fim do livro, apesar de ser o narrador. Mas o que eu pude ver, gostei bastante dele. Lacrimosa, ela é muito fofinha. Gostei bastante, por ela representar a pureza que está faltando na sociedade dos dias de hoje. Os outros personagens, que realmente não vou falar os nomes, que representam os grandes defeitos da sociedade atual, foram muito bem representados. De forma simples, mas com uma extrema maestria.

Eu não sei se foi intencional, ou não, o livro ser bastante filosófico, mas que eu adorei isso, adorei. Pois apesar de se tratar de um livro de ficção-fantasiosa, ele se mostra um reflexo de nossa sociedade. Enfim, é uma leitura rápida, narrativa maravilhosa, e uma perspectiva de como nossa sociedade pode ser mudada apenas com pequenos gestos de amor, compaixão, respeito e etc. Imperdível! Recomendo para uma criança, tanto quanto recomenda para um adulto. Muito bom mesmo.

Espero que tenham gostado de mais esta resenha, e continuem curtindo o "Our Vices!" ^^

Rating:

Mateus Bandeira - @mateusbnd. 18 anos. Estudante de Cinema e Audiovisual na UFC e criador do Padoka. Apaixonado por cinema, música e literatura, espera algum dia viver de alguma dessas coisas - ou de todas elas. Sucker de cultura pop.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

E então, o que achou do post? Comente aqui!