18 de junho de 2011

Books That Vice: A Vidente - Hannah Howell

Título Original: If He's Wicked
Autor: Hannah Howell
Editora: Lua de Papel
ISBN: 9788563066398
Nº de Páginas: 224
Onde Comprar: Livraria Saraiva/Submarino/Book Depository (Em Inglês)

Sinopse: Estamos no século XVIII, na Inglaterra georgiana. Como todas as gerações de sua família, Chloe Wherlocke possui habilidades especiais, e o seu dom é enxergar além da visão física. Em 1785 ela prevê a morte de uma mulher que acabara de dar à luz e toda uma trama para atender a motivos escusos. Ao encontrar uma criança abandonada ao lado do corpo da mãe, ela salva o bebê e o cria escondido do mundo. Fazia isso por amor, mas talvez houvesse neste gesto alguma força do destino... Com o passar dos anos, Chloe descobre que o encontro com a criança não havia sido uma simples coincidência e nota, pouco a pouco, um desenrolar de acontecimentos que envolviam todos os membros de sua família, num jogo de traições, mentiras e assassinatos. Consciente de tudo, ela precisa ser rápida para salvar a vida do pai do menino, o conde Julian Kenwood, e avisá-lo que o filho não morreu. Mas, ao se aproximar da família Kenwood, Chloe percebe seu sentimento de proteção por Julian se transformar enquanto a cada momento tudo fica mais perigoso.

A Vidente é um livro que me surpreendeu de inúmeras maneiras. A começar por ter sua base um tanto quanto parecida a romances de banca. Confesso, e sinto enorme vergonha disso, que antigamente eu tinha um preconceito terrível com romances de banca. Para mim, não passavam de histórias fúteis e vagas sobre uma mulher que conhece um cara rico, tem um bebê e vivem felizes para sempre, caminhando a beira da praia e coisa e tal... Nem preciso falar o quão redondamente eu estava enganado. Após alguns livros de banca lidos, reconheci que eles realmente eram bons e tinham o seu devido charme, mas ainda estava com o pé atrás, com relação a eles. E foi aí que veio A Vidente...

O livro já me conquistou logo na sinopse por duas coisas: uma foi o fato de ele ter um quê de sobrenatural, por causa do dom de Cloe. A outra coisa, da qual realmente sou um grande fã, foi ver que ele era um romance histórico. Essas duas coisas me fizeram querer cada vez mais o livro, até que acabei o conseguindo emprestado de uma amiga. Na verdade, ela esqueceu na escola e eu guardei para entrega-la no dia seguinte, mas como a curiosidade era muito grande, o peguei apenas para ler o primeiro capítulo. O surpreendente foi em vez de ler só o primeiro capítulo, acabei lendo o livro todo na metade de uma tarde, e posso dizer que foi uma das melhores leituras que eu já fiz.

Esse livro é ótimo, pois ele consegue manter um perfeito equilibrio  entre o romance, o mistério e a aventura. Uma leitura absurdamente instigante! Apesar de o livro ter poucas páginas, você o acaba lendo rapidamente, pois como eu já disse antes, o livro é muito instigante. Você termina uma página dele e já está virando a outra para ler. Os personagens também são muito bem construidos e a maioria deles, para a minha felicidade, tem um crescimento ótimo, me fazendo ficar cada vez mais apaixonado por esse livro. Outra coisa com a qual me encantei de verdade foi a narrativa de Hannah. Ela é fácil, inteligente e deliciosamente frenética, e sempre consegue deixar o leitor com um gostinho de quero-mais


A Vidente é um livro muito bom e com passagens bastante legais. Em suma, esse livro foi alucinante, e ao mesmo tempo apaixonante. Eu recomendo para qualquer pessoa, mas recomendo ainda mais para os amantes de romances históricos e para que gosta de histórias de amor. Esse livro sem dúvida não irá te decepcionar! É um dos romances mais cativantes que já li! Recomendo!


Rating:

Mateus Bandeira - @mateusbnd. 18 anos. Estudante de Cinema e Audiovisual na UFC e criador do Padoka. Apaixonado por cinema, música e literatura, espera algum dia viver de alguma dessas coisas - ou de todas elas. Sucker de cultura pop.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

E então, o que achou do post? Comente aqui!