3 de janeiro de 2015

Os melhores de 2014


Bom, galera, primeiramente, finalmente de volta! 2014 foi um ano bem cheio e com muitas mudanças pra mim, o que me obrigou a deixar o blog de lado por um (bom) tempo. Mas o importante é que estou voltando, mesmo que em passo de tartaruga. E pra voltar a ativa, resolvi fazer a lista com três melhores coisas de 2014 em algumas categorias.


Apesar de ter estado focado em outros projetos, eu tive tempo de ver muitos filmes, ler alguns livros e escutar muita música. Então, essa é a lista dos melhores do meu ano de 2014. Importante dizer que são os filmes que eu vi, os livros que eu li, e os álbuns que escutei só nesse ano. Portanto:


Melhores Livros de 2014


1º - Isla and the Happily Ever After, de Stephanie Perkins
Depois de muita espera, finalmente foi lançado o livro final da trilogia iniciada por "Anna e o Beijo Francês". Assim que saiu, eu corri para lê-lo o mais rápido possível, e nem em um milhão de anos eu poderia acreditar que ele iria superar todas as minhas expectativas. Stephanie Perkins demorou muito tempo para finalizar Isla porque queria que a melhor versão do livro fosse a que chegasse às plateleiras, e posso confirmar que foi. A simplicidade com que um relacionamento é retratado, e toda a aura mágica que esse livro traz, fizeram com que ele fosse o melhor livro do ano para mim.

2º - Mentirosos, de E. Lockhart
Consegui a cópia avançada desse livro pouco antes dele ter sido lançado nos Estados Unidos, porque, depois de Isla, ele era o que eu mais estava aguardando. Comecei a ler, e fui me surpreendendo cada vez mais com a poesia e a melancolia da história que E. Lockhart criou. Fiquei encantado com os personagens muito bem construídos e o desenvolvimento desmembrado da história. Posso afirmar que esse é o tipo de livro que faz com que cada leitor tenha uma experiência diferente ao lê-lo, e o que é melhor do que um livro de várias faces?

3º - Sociedade Secreta: Rosa e Túmulo, de Diana Peterfreund
Tinha um bom tempo que eu queria ler esse livro. Acho até que uns 70% dos meus amigos leitores já me recomendaram essa série para ler. E porque não a comecei antes? Foi só o que fiquei me perguntando enquanto eu lia Rosa e Túmulo. O suspense, a tensão, as questões de gênero tão bem colocadas na história, e personagens tão cativantes me prenderam até a última página e sedento por mais!

Melhores Filmes de 2014



1º - Mommy, de Xavier Dolan
Sou um fã assumido do cinema de Xavier Dolan. Desde que assisti "Eu matei minha mãe", fui procurar os outros filmes dele, e desde então venho acompanhando seu crescimento como realizador, e é seguro dizer que Mommy é seu melhor trabalho até agora. Irônico, sincero, bonito e impactante, o filme carrega um peso enorme do início ao fim, seja pelos personagens efusivos, ou pelas experimentações de Dolan na montagem. O conjunto da encenação, com a trilha sonora impecável, fazem com que esse filme seja o melhor de 2014, sem dúvida nenhuma.

2º - Garota Exemplar, de David Fincher
Confesso que não conheço muito dos filmes do Fincher, mas Garota Exemplar foi um dos melhores livros que li em 2013, então fiquei apreensivo em como iriam adaptar o livro para filme, sendo o livro tão singular em forma de estrutura da narrativa. Fiquei surpreso não só pelo David Fincher ter transcrito de forma tão sutil e inteligente a experiência do livro para o filme, mas também porque o filme é tão, mas tão bom que se sustenta facilmente sem o livro. Eu mesmo esqueci que estava assistindo uma adaptação de tão inteligente que a direção era.

3º - The Rover - A Caçada, de David Michôd
Se tem um filme que consegue criar uma atmosfera única, e transmiti-la ao espectador, é esse. Por mais que os personagens sejam bem no formato do herói moderno, aquele que você não entende por completo, eles são incrivelmente bem caracterizados. Numa terra sem lei, no meio de um mundo pós-apocalíptico, o filme mostra essa jornada de dois personagens bem distintos um do outro, com objetivos aparentemente simples, e o filme se sustenta nessa busca, nessa aura, nesse mundo devastado de egoísmo e medo. Mesmo que arrastado, o filme intriga em cada segundo de sua duração, porque você nunca consegue prever de verdade o que virá a seguir.

Melhores Álbums de 2014


1º - No Mythologies to Follow, de MØ
No álbum de estreia da dinamarquesa MØ (pronuncia-se mêr), ela não só mostrou uma mistura intensa de letras poéticas e melodias eletroindies, mas apresentou ao mundo sua voz singular. Com um álbum bastante consistente do início ao fim, evocando um sentimento de superioridade, dúvidas, amores e sentimentos da juventude, ela ainda nos surpreende com músicas introspectivas e bastante fáceis de se relacionar. Faixas Favoritas: The Sea, Slow Love, XXX 88 e todas as faixas "Night Version).

2 º - Broke With Expensive Taste, de Azealia Banks
Depois de muita, muita, muita, [...], muita, muita demora mesmo para lançar o álbum, Azealia Banks finalmente nos presenteou no final do ano com ele. Eu já tinha acompanhado seu EP e sua mixtape "Fantasea", e logo de cara fiquei apaixonado pelas músicas de Azealia, então posso dizer que minhas expectativas estavam bem altas antes de abrir seu primeiro álbum. O que encontrei me deixou muito feliz: um álbum consistente, elegante e viciante. É bonito ver que ela buscou manter-se verdadeira à própria essência, e mais bonito ainda ouvir ela não só fazer rap, fazer músicas mais pop. Sempre com uma proposta ácida, Azealia Banks finalmente mostrou para o que veio, e me deixou viciado em cada faixa. Faixas Favoritas: Idle Delilah, BBD, Soda, Luxury.

3º - #000000 & #ffffff, de The Neighbourhood
No finalzinho do ano, The Neighbourhood lançou uma nova mixtape, com músicas inéditas. The Neighbourhood nunca decepciona, e nessa mixtape uniu o visceral de suas letras em trabalhos antigos à melodias um tanto mais eletrônicas, ainda carregando a sobriedade da banda. Por vezes despreocupado, outras intenso, a mixtape parte nessa inconstância do preto e o branco, gerando um inusitado, mas não surpreendente, orgasmo musical. Tenho certeza de que ainda escutarei muito desse mix durante 2015. Faixas Favoritas: Jealou$y, Dangerous, When I Get Back, #icanteven.

E para vocês, quais foram os seus melhores de 2014?

Mateus Bandeira - @mateusbnd. 18 anos. Estudante de Cinema e Audiovisual na UFC e criador do Padoka. Apaixonado por cinema, música e literatura, espera algum dia viver de alguma dessas coisas - ou de todas elas. Sucker de cultura pop.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

E então, o que achou do post? Comente aqui!