10 de janeiro de 2011

Books That Vice: A Escolha de Cada Um - Regina Monge

Título: A Escolha de Cada Um
Autor: Regina Monge
Editora: Novos Talentos da Literatura Brasileira (Novo Século)
ISBN: 9788576793359
Nº de Páginas: 157
Tempo de Leitura: 4 horas e 30 minutos
Sinopse: A Escolha de Cada Um nos ensina a reconhecer nossas limitações, nossos problemas, e nos impulsiona a ir ao encontro das soluções, buscar as oportunidades que a vida nos oferece. Alerta-nos para combatermos nossa inércia, nosso amortecimento, pois eles nos imobilizam, impedindo-nos de enxergar acontecimentos importantes. Esquecer o passado e ir em busca de nossos sonhos, nossos ideais. Ensina também que a existência continua, mostra um caminho iluminado, deixando-nos ver os obstáculos a superar. Dá a todos os mesmos direitos: à felicidade, ao sucesso, ao amor. Ele nos ensina a fazer escolhas. Escolhas certas. É um livro instigante, porque mistura realidade cotidiana com trechos totalmente surrealistas, História; e fala, acima de tudo, sobre o amor e seu poder de transformação.
Bom, este livro é dividido em duas partes. Duas histórias diferentes, mas que em uma hora, se cruzam, e faz todo o sentido. A parte um é narrada por um livro - pois é! Um livro narrando, gente! Que máximo! - que sofre por seu autor ter falecido sem ter tempo de ouvir os comentários a seu respeito, porém, ele sofre mais ainda por não ter se tornado um best-seller. Muito pelo contrário! Segundo a crítica, ele é rotulado como a pior obra do ano. Antes dele, seu autor J. Hubert havia lançado um outro livro, que foi um best-seller internacional, e depois dele todos haviam aguardado por um segundo sucesso. Mas no auge de sua carreira, J. Hubert falece indo a Holanda, deixando apenas um manuscrito, que sua esposa publicou. E assim nasceu o livro narrador da história. Então, ele se encontra empoeirado e triste em uma plateleira de livraria, até que um senhor chamado Richard o encontra e o leva para casa. O Sr. Richard simplesmente devora o livro, e e aí que a história deste livro começa a mudar.

A Parte Dois conta a história de Anna, uma executiva bem sucedida, mas com uma vida muito infeliz e sem-graça. Anna perdeu seu noivo quando jovem e desde então ela se fechou completamente para qualquer outra relação. Sua carreira vai extremamente bem, pois ela acaba de ser promovida na revista onde trabalha. Porém o vazio em sua vida emocional está quase insuportável. Seus pais começam a indagar quando Anna poderá se relacionar com alguém de novo. Por que eles sabem que sua filha é uma moça de ouro e com certeza merece ser feliz. Anna, repentinamente resolve fazer uma viajem antes de assumir seu novo cargo na empresa que trabalha . E imediatamente ela escolhe dois lugares que chamam sua atenção há muito tempo. O primeiro lugar é Petra, na Jordânia, e lá ela acaba conhecendo um turista chamado John simplismente surpreendente, charmoso, carinhoso e atencioso. Os dois se apaixonam e vivem semanas de intenso amor. O segundo destino da viajem foi Paris, já que Anna ama a cidade repleta de romance. E seu amado também a segue até lá. Até que os dois acabam tendo que se separar, pois todos precisam voltar ao seu cotidiano E quando Anna parte para voltar para o Brasil, acontece uma reviravolta em sua vida. Aconteceu quando chegou a Petra e agora está começando a acontecer algum novo e emocionante. Anna decide batalhar pelo seu amor, mas porém...

Como um livro tão pequeno, pode conter tanta história linda? A Escolha de Cada Um foi um livro que me surpreendeu muito. Não só pelo fato de achar que eu não fosse gostar dele, mas pelo fato de que um livro de 157 conseguiria parar o mundo a minha volta e me fizesse sentir como se eu fosse o próprio protagonista, tanto na primeira parte, como na segunda. Regina Monge escreve de uma forma que nos faz viajar por entre suas palavras com uma facilidade inigualavel. A narrativa da Regina é muito delicada e irresistível, tanto que li o livro em apenas quatro horas e meia. Esse livro está muito longe de ser um livro comum. Ele nos ensina várias coisa. Nos ensina o quanto é bom da valor a cada segundo de sua vida, nos ensina que temos que dar também valor a quem nos cerca, as pessoas queridas e aos nossos familiares.É um livro simplesmente emocionante.

Meus personagens favoritos do livro com certeza na primeira parte foi o livro, pois ao longo de sua narrativa ele conseguiu ganhar o meu afeto de uma forma totalmente nova, de uma forma que nenhum personagem havia feito há muito tempo. Ele mesmo sendo só um observador durante a história, ele conseguiu trasmitir o máximo de emoções possíveis, da tristeza de ser rejeitado, à imensa alegria ao ser comprado. Achei muito legal também ele se referir aos outros livros de sua tiragem como "irmãos". Isso realmente me fez gostar ainda mais dele, não sei porque. Já na segunda parte, gostei muito dos pais de Anna. Eles foram sempre atenciosos com ela, e sempre estiveram dispostos a ajudar a filha. E isso é um grande exemplo de qualquer pai e mãe por aí (quase todas, pois como sempre, há aquelas exceções, não é?).

Enfim, A Escolha de Cada Um é um livro que não fala apenas das escolhas da vida e suas devidas consequências, ele também fala sobre a busca da felicidade de cada um. Este livro poderia ser facilmente ser chamado de auto-ajuda. Mas ele não é. Ele ensina grandes valores a você, mas isto não o torna um livro de auto-ajuda. Este é um livro que eu recomendo a qualquer pessoa, pois ele nos faz refletir, até mesmo sem quere, sobre os nossos error, acertos, e as decisões que tomamos, que estamos tomando, e que iremos tomar em nossas vidas. A capa também é extremamente belíssima, reflete bem a alma do livro, e fico muito feliz por isso. Adorei muito esse livro! Recomendadíssimo!

Espero que tenham gostado desta resenha e continuem curtindo o "Our Vices!" xD Até a próxima!

Rating:

Mateus Bandeira - @mateusbnd. 18 anos. Estudante de Cinema e Audiovisual na UFC e criador do Padoka. Apaixonado por cinema, música e literatura, espera algum dia viver de alguma dessas coisas - ou de todas elas. Sucker de cultura pop.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

E então, o que achou do post? Comente aqui!